quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Sobre endodontia de dentes decíduos...

Questão da Cesgranrio - Petrobrás 2008

Pergunta: Com relação ao tratamento endodôntico de dentes decíduos, é correto afirmar que


a) brocas Largo para a limpeza e modelação dos canais radiculares são as mais indicadas.

b) condutos radiculares destes dentes devem ser selados com guta-percha plastificada.

c) pastas obturadoras com formocresol devem ser usadas em dentes com polpa não vital.

d) dentes tratados endodonticamente devem receber restaurações provisórias por, no mínimo, três anos.

e) pasta KRI apresenta como componente o iodofórmio e tem alta taxa de reabsorção, em sincronia com a raiz decídua.


Resposta Comentada:

Vamos comentar cada alternativa. A primeira trata das brocas de largo. Essas são usadas com o objetivo de melhorar o afunilamento do canal após a intrumentação ou para desobstruir parte da guta-percha durante o preparo para pino intracanal. Ela deve ser usada exclusivamente em dentes permanentes. Ou seja, nada de Largo em decíduos.


Brocas Largo
A segunda alternativa erra por causa do "deve". A guta percha não é um material usado em obturações de canais de decíduos. Lembrem: As raizes das unidades decíduas vão se reabsorver com o tempo. Mesmo que o dentista conseguisse travar o cone, a guta-percha não acompanharia essa reabsorção e ficaria totalmente aquem do ápice. O uso da guta como selador é usado apenas em casos de unidades decíduas que necessitam pinos intracanais como reforço de reconstruções. E mesmo assim, a endodontia é feita com pastas obturadoras convencionais para decíduos, como a Guedes-Pinto por exemplo. A Guta, quando usada, selaria o terço cervical. Ou seja...A guta não "deve"... ela "pode" ser usada como selador.


Vamos para a próxima. O Formocresol é uma mistura de formol e cresóis (como o próprio nome diz) e possui ação fixadora da polpa vital. Assim é usada com mais frequência em casos de pulpotomia. Existem pastas obturadoras contendo formocresol na fórmula, mas também apenas em casos de endodontia de decíduo com polpa viva.



Vamos para a letra D. Essa é tão esdrúxula que a gente elimina em menos de um segundo. Manter uma restauração provisória por 3 longos anos? As vezes obturações definitivas não duram isso com pacientes "porcões", imagine uma restauração provisória!!!

A letra E fala da pasta KRI, usada em obturações de decíduos. Essa pasta contém na sua fórmula o iodofórmio (além de PMCC e mentol).Uma boa característica é a rápida dissolução, inclusive quando estravasa. Assim acompanha a reabsorção radicular. Questão verdadeira!!!


Bibliografia:
http://www.forp.usp.br/restauradora/endodontia/temas/instrumental/instrumental_motor.html

http://redalyc.uaemex.mx/pdf/929/92960110.pdf

http://www.maquira.com.br/ver_produto.php?id=23

Nenhum comentário:

Postar um comentário